domingo, 31 de agosto de 2014

SÃO GIL OU SANTO EGÍDIO - PADROEIRO DOS VETERINÁRIOS, FISIOTERAPEUTAS, PARAPLÉGICOS - 01 DE SETEMBRO
















Santo Egídio
+ 720
Santo Egídio (em grego:Αἰγίδιος) foi um santo eremita do século VI originário da Grécia que se tornou popular na região da Provença e na Escócia. A abadia onde viveu Santo Egídio, Saint-Gilles, é local de peregrinação e parada oficial dos Caminhos de Santiago.

São Gil é  um dos Catorze santos auxiliares da Igreja Católica.

São poucos os dados que existem sobre a vida de Egídio. Mas com certeza sabemos que ele era grego e pertencia a uma rica família da nobreza de Atenas. 

Depois da morte de seus pais, decidiu ser um ermitão, para viver na pobreza e totalmente dedicado a Deus. 







Para isso distribuiu todos os bens que herdou entre os pobres e doentes e viveu isolado na oração e penitência, sendo agraciado pelo Espírito Santo com os dons especiais da cura, da sabedoria e dos milagres.

Um dos primeiros milagres a ele atribuídos diz que, certo dia, encontrou na porta de uma igreja um mendigo muito doente e esfarrapado. 
Penalizado com a situação do pobre, Egídio cobriu-o com seu velho manto e, naquele instante, um prodígio aconteceu: o homem, que até então agonizava, levantou-se completamente curado. 

Depois essas curas se repetiram e foram se multiplicando de tal forma que ele ganhou fama de santidade. Mas os devotos passaram a procurá-lo com freqüência, então Egídio decidiu partir.

Em 683, viajou para a França. 

Conta a tradição que ele salvou o navio repleto de passageiros, no qual viajava também. Uma enorme tempestade teria desabado sobre a embarcação. Todos já tinham perdido as esperanças quando Egídio, em prece, ergueu as mãos aos céus. As ondas ameaçadoras acalmaram-se na mesma hora e todos desembarcaram com segurança.

Na França, viveu numa caverna de uma floresta próxima de Nimes, cuja entrada era escondida por um arbusto espinhoso. Na mais completa pobreza, alimentava-se apenas de ervas, de raízes e do leite de uma corsa, que, segundo a tradição, foi-lhe enviada por Deus.











Certa vez, o rei Vamba, dos visigodos, foi caçar nas proximidades da caverna de Egídio e, em vez de flechar uma corsa que se escondera atrás de um arbusto, flechou a mão do pobre ermitão, que tentava proteger o animal acuado. 









Foi descoberta, assim, a residência do eremita. O rei, para desculpar-se, passou a visitá-lo com seus médicos até sua cura completa.

Depois disso, o rei continuou a visitá-lo com freqüência, presenciando vários prodígios que divulgava na Corte.






 Assim, a fama de santidade de Egídio ganhou vulto e ele passou a ter vários discípulos. 

O rei, então, mandou construir um mosteiro e uma igreja, que doou para ele, que foi eleito abade. 

O mosteiro passou a ter uma disciplina própria escrita por Egídio. Mais tarde, ao seu redor surgiu o povoado que deu origem à cidade de Santo Egídio e o mosteiro foi entregue aos beneditinos.







Mosteiro de Santo Egídio ou São Gil, na França.






A morte de Egídio ocorreu, provavelmente, no dia 1º de setembro de 720. 

Logo após, os devotos fizeram da sua sepultura um ponto obrigatório de peregrinação. 

O seu culto tornou-se vigoroso e estendeu-se por todo o mundo cristão. 

Santo Egídio teve sua festa confirmada pela Igreja, que o colocou na lista dos quatorze "santos auxiliadores" do povo, sendo invocado contra a convulsão da febre, contra o medo e contra a loucura.

Também é invocado contra a praga, para se fazer uma boa confissão, e pelos inválidos, mendigos e ferreiros.



 A rectangular oil painting of three saints. It is set in a landfscape and divided in three section by craggy rocks along the side of a stream. Ss Maurus and Giles are robed in black as Dominican friars. Maurus has a bishop's staff and reads a book. Giles has his hand on the head of a doe. In the centre, St Christopher, with a wooden staff and red robe, wades in the stream carrying the Christ Child on his shoulders. The child is robed in black.

Santo Amaro, São Cristovão e São Gil





  "Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela, depois de morto, ainda fala."
Hebreus 11,3-4



ORAÇÃO:
Que a intercessão 
do Bem-aventurado Abade, São Gil, 
nos seja uma recomendação, Senhor, 
para podermos obter por sua proteção, 
o que não ousamos esperar de nossos méritos.
Por Cristo Nosso Senhor





Proteja-nos, Senhor,
  a intercessão do Bem-aventurado Abade, São Gil, 
para pormos em prática os exemplos de sua vida
 e nos beneficiarmos do auxílio da sua prece.
Por Cristo Nosso Senhor.




Santo Egídio com Cristo triunfante e os Apóstolos enviados em missão.





Cristo, que aos santos dais nos céus o prêmio,
com vossa glória os coroando assim,
dai-nos seguir os passos deste mestre
e ter um dia um semelhante fim.









"Exultem em Javé, ó justos!
 Aos retos convém o louvor."
 (Salmos 33, 1)









"Muitos elogiarão a sua inteligência, e ele nunca será esquecido. Não desaparecerá a sua recordação, e a sua fama viverá de geração em geração.
Os povos falarão da sua sabedoria e a assembléia proclamará os seus louvores.
Se viver por muito tempo, deixará um nome mais famoso que mil outros, e quando morrer, isso lhe bastará." 
(Eclesiástico 39, 9-11)










"  A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.
Tiago 5,16










Por meio de Cristo é que os Santos intercedem (I Pedro 2,5),
 como membros de seu corpo (I Coríntios 12,20.25-26),
 pois Cristo vive para interceder (Hebreus 7,25),
 e a morte não nos separa do Senhor (Romanos 8,38-39), 
mas nos une ao Senhor
 (II Coríntios 5,6-8; I Tessalonicenses 5,10; Filipenses 1,23) , 
pois vivos ou mortos pertencemos ao Senhor
 (Romanos 14,8) 
e procuramos agradá-lo
 (II Coríntios 5,9).






sábado, 30 de agosto de 2014

SÃO RAIMUNDO NONATO - PADROEIRO DAS PARTEIRAS, OBSTETRAS, PARTURIENTES - 31 DE AGOSTO








São Raimundo Nonato
1200-1240
31 de Agosto - São Raimundo Nonato

Raimundo nasceu em Portell, na Catalunha, Espanha, em 1200. Seus pais eram nobres, porém não tinham grandes fortunas. O seu nascimento aconteceu de modo trágico: sua mãe morreu durante os trabalhos de parto, antes de dar-lhe à luz. Por isso Raimundo recebeu o nome de Nonato, que significa não-nascido de mãe viva, ou seja, foi extraído vivo do corpo sem vida dela. Por isso é festejado, no dia 31 de agosto, como o patrono das parteiras e obstetras.

Nonatus significa em Latin non–natus (não nascido) tendo em vista que ele foi retirado do ventre de sua mãe já morta com um faca ( tipo uma cesariana de emergência ) pela parteira e escapou. Alguns estudiosos acham que ele foi retirado com uma navalha e apresentava nas costas pequenas marcas de cortes do referido instrumento.



File:San Ramón Nonato alimentado por los ángeles.jpeg

São Raimundo sendo alimentado pelos anjos








Dotado de grande inteligência, fez com certa tranqüilidade seus estudos primários. 

Ainda menino, teve de guardar o gado e, durante seus anos de pastor, visitava constantemente uma ermida de São Nicolau, onde se venerava uma imagem de Nossa Senhora de quem era devotíssimo.
Conta-se que, durante as horas que passava aos pés de Maria, um anjo lhe guardava o rebanho. 

O pai, percebendo os dotes religiosos do filho, tratou de mandá-lo administrar uma pequena fazenda de propriedade da família. Com isso, queria demovê-lo da idéia de ingressar na vida religiosa. Porém as coisas aconteceram exatamente ao contrário. 

Raimundo passava seu tempo com os pastores e os trabalhadores, estudando e orando até que o seu pai desistiu de sua brilhante carreira na corte.   Seu pai planejava uma brilhante carreira para Raimundo Nonato na corte de Aragon.  


Raimundo, no silêncio e na solidão em que vivia, fortificou ainda mais sua vontade de dedicar-se unicamente à Ordem de Nossa Senhora das Mercês, fundada por seu amigo Pedro Nolasco, agora também santo.

 A Ordem tinha como principal finalidade libertar cristãos que caíam nas mãos dos mouros e eram por eles feitos escravos. Nessa missão, dedicou-se de coração e alma.

Apesar da dificuldade, conseguiu o consentimento do pai e, finalmente, em 1224, ingressou na Ordem, recebendo o hábito das mãos do próprio fundador. 

Ordenou-se sacerdote e seus dotes de missionário vieram à tona, dedicando-se nessa missão de coração e alma. Por isso foi mandado em missão à Argélia, norte da África, para resgatar cristãos das mãos dos muçulmanos. 

Conseguiu libertar cento e cinqüenta escravos e devolvê-los às suas famílias.

Quando se ofereceu como refém, sofreu no cativeiro verdadeiras torturas e humilhações. Mas mesmo assim não abandonou seu trabalho. Levava o conforto e a Palavra de Deus aos que sofriam mais do que ele e já estavam prestes a renunciar à fé em Jesus. Muitas foram as pessoas convertidas por ele, o que despertou a ira dos magistrados muçulmanos, os quais mandaram que lhe perfurassem a boca e colocassem cadeados, para que Raimundo nunca mais pudesse falar e pregar a doutrina de Cristo.













Raimundo sofreu durante oito meses essa tortura até ser libertado, mas com a saúde abalada. 

Quando chegou à pátria, na Catalunha, em 1239, logo foi nomeado cardeal pelo papa Gregório IX, que o chamou para ser seu conselheiro em Roma.

 Empreendeu a viagem no ano seguinte, mas não conseguiu concluí-la. Próximo de Barcelona, na cidade de Cardona, já com a saúde debilitada pelos sofrimentos do cativeiro, Raimundo Nonato foi acometido de forte febre e acabou morrendo, em 31 de agosto de 1240, quando tinha, apenas, quarenta anos de idade.

Raimundo Nonato foi sepultado naquela cidade e o seu túmulo tornou-se local de peregrinação, sendo, então, erguida uma igreja para abrigar seus restos mortais.

 Seu culto propagou-se pela Espanha e pela Europa, sendo confirmado por Roma em 1681. 









São Raimundo Nonato, devido à condição difícil do seu nascimento, é venerado como Padroeiro das Parturientes, das Parteiras e dos Obstetras.






Oração a São Raimundo Nonato
para pedir a proteção no parto.

Gloriosos são Raimundo, 
ninguém melhor que vós 
saberá compadecer-se 
das dores e perigos dum parto difícil, 
pois, cedendo à violência dos sofrimentos, 
vossa própria mãe 
perdeu a vida 
e só por milagre fostes dela extraído. 

Eia pois, meu santo, 
já que me encontro 
neste estado delicado, 
a vós confiadamente recorro 
para que eu possa completar 
com felicidade o número dos meus dias 
e produzam minha entranhas, 
livre e sã, a prole que 
com a bênção divina concebi, 
a qual, regenerada pelo baptismo, 
venha com o tempo 
aumentar o número 
dos que fielmente servem ao Senhor. 

Não me desprezeis, 
glorioso santo, 
de vós ouvi dizer 
que a nenhuma deixastes 
sem amparo nestas circunstâncias 
compadecei-vos dos meus lamentos, 
pois embora me alcance a justa sentença 
que meu Senhor deu a Eva 
dar à luz os filhos 
com dores e trabalhos, 
espero, com a vossa poderosa intercessão, 
obter da benignidade de Deus,
pela Santíssima Paixão e morte de Jesus, 
moderação e lenitivo em minhas dores, 
e no momento oportuno, 
um parto feliz, 
para aumento da grei cristã 
e maior glória de Nosso Senhor Jesus Cristo, 
a cuja vontade 
resigno totalmente a minha. Amém. 

(Pai nosso, Ave Maria, Glória ).
voltar







Novena a São Raimundo Nonato

Eu peço humildemente a ti, que de agora em diante será meu santo de devoção e meu intercessor. Visto as muitas horas que não morreste no ventre de tua mãe e viestes com sucesso para nós e para alegria de todos, e que tua alma possa viver na graça de Jesus e que eu possa imitar tua vida e teus exemplos nas horas que me aguardam e ao meu filho por nascer. Que tu proteja este filho e ele venha a nascer com saúde e com tudo para ser servo fiel a Jesus, e que ele venha sempre a detestar os pensamentos maldosos e os bens temporais deste mundo e imitar tua vida e tua exemplar santidade, de modo que tenhamos um amor ardente a Deus e nossas almas alcancem o Paraíso e junto com ti, São Nonato, com os anjos e todos os santos possamos louvar a Deus Nosso Senhor todo poderoso.

Interceda para mim de modo a evitar todos os males ao meu filhinho e em especial o aborto natural e que o meu filhinho venha a nascer bem e a se tornar um verdadeiro filho de Deus.Peça também para todas as mães de modo que não caiam na tentação do aborto, mas sim consigam trazer nova vida a mundo para louva-lo. Amem.

Ó São Raimundo Nonato, mostrai que sois verdadeiramente nosso misericordioso santo e alcançai-me (dizer aqui graça desejada) e a graça de tirar o proveito para Glória de Deus e a salvação de minha alma.
Pai Eterno, em nome de Vosso Filho e pela intercessão de Nossa Mãe e de São Nonato, eu vos imploro que me atendais para Vossa maior glória e o maior bem de minha alma. Assim seja.

(Ave Maria, Pai Nosso e Gloria).

Rezar uma segunda novena para terminar no dia 31 e outra para terminar no dia de São Raimundo Nonato-31 de agosto.

É costume louvável possuirmos um quadro de São Raimundo Nonato expondo-o em lugar de destaque de nossa residência. Pois tanto os quadros como as medalhas nos lembram as obrigações que nos prendem ao  nosso Pai Celestial.






Na arte litúrgica da Igreja ele é representado como: 

1) um monge mercedário com um cadeado nos lábios,
 2) um monge rodeado de mouros ,
 3) um monge rodeado de escravos libertados, 
4) um monge rodeado de mouros e prisioneiros , 
5) um monge mercedário com o chapéu vermelho cardinalício.

















ORAÇÃO:

Ó Deus, 
que concedestes grandes graças a São Raimundo Nonato, 
tornando-o fiel propagador dos Santos Evangelhos,
 concedei-me, a mim também ser sempre firme na defesa da fé 
e da Verdade trazida por Cristo Jesus.
 Amém.






















St. Raymond Nonnatus

















sexta-feira, 29 de agosto de 2014

SÃO FÉLIX E SANTO ADUTO - MÁRTIRES DO INÍCIO DO CRISTIANISMO - 30 DE AGOSTO















Félix e Adauto (m. Roma, c. 303) são mártires e santos dos primeiros tempos do Cristianismo, venerados por diversas confissões cristãs, entre elas a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa.

Félix era um sacerdote cristão de Roma. Durante a perseguição de Diocleciano foi levado pelo prefeito Draco junto do altar dos deuses Serápis, Mercúrio e Diana para lhes fazer sacrifícios. Félix rezou e as imagens dos ídolos caíram por terra, e por isso foi condenado à morte.

Quando era levado ao lugar de execução, juntou-se-lhe um outro jovem que disse que também era cristão e foi condenado com ele. Tal jovem, de quem não se sabe o nome, foi chamado Adauctus (Adauto), que em latim quer dizer "adicionado, junto". Ambos foram decapitados. Adauctus é por vezes retratado como legionário romano na iconografia dos santos.

A Catedral de Santo Estêvão em Viena exibe as suas relíquias.



Pintura de uma Igreja ortodoxa retratando São Félix, Santa Bárbara e Santo Adauto, ao centro. Nas laterias, vemos cenas da vida de Santa Bárbara.




Ainda segundo as narrativas, eles foram sepultados numa cripta do cemitério de Comodila, próxima da basílica de São Paulo Fora dos Muros. O papa Sirício transformou o lugar onde eles foram enterrados numa basílica, que se tornou lugar de grande peregrinação de devotos até depois da Idade Média, quando o culto dedicado a eles foi declinando.




Afresco das Catacumbas de Comodila retratando a Virgem com o Menino ladeada por São Félix e Santo Adauto.



O cemitério de Comodila e o túmulo de Félix e Adauto foram encontrados no ano de 1720, mas vieram a ruir logo em seguida, sendo novamente esquecidos e suas ruínas, abandonadas. 

Só em 1903 a pequena basílica foi definitivamente restaurada.  Encontra-se ali um afresco paleocristão dos mais antigos, onde aparece São Pedro, Santo Estêvão, São Paulo, São Félix e Santo Adauto. São Felix e Santo Adauto foram muito cultuados no século VII.


Esses martírios permaneceram vivos na memória da Igreja Católica, que dedicou o mesmo dia a são Félix e santo Adauto para as comemorações litúrgicas. Algumas fontes, mesmo, dizem que os dois santos eram irmãos de sangue.








A glorificação de São Félix e Santo Adauto




ORAÇÃO:
Concedei-nos, Ó Deus Onipotente, 
a graça de sermos sempre firmes na fé,
 e pela intercessão de S. Félix e de Santo Adauto,
 dai-nos, Senhor, a graça que vos pedimos. 
Por Cristo Nosso Senhor, amém.

São Félix e Santo Adauto,
orai por nós!








QUEM SÃO AS TRÊS MARIAS?



As três Marias são as mulheres que foram ao sepulcro e receberam o anúncio da ressurreição.



Segundo o Evangelho de São Marcos as três Marias são:

  Santa Maria Madalena, Santa Maria, mãe de Tiago, (conhecida como Maria de Cléofas ou  Maria Jacobina ou Jacobé) e Santa Maria Salomé, mãe dos filhos de zebedeu.












E, passado o sábado, Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo.
E, no primeiro dia da semana, foram ao sepulcro, de manhã cedo, ao nascer do sol.
E diziam umas às outras: Quemnos revolverá a pedra da porta do sepulcro?
E, olhando, viram que já a pedra estava revolvida; e era ela muito grande.
E, entrando no sepulcro, viram um jovem assentado à direita, vestido de uma roupa comprida, branca; e ficaram espantadas.
Ele, porém, disse-lhes: Não vos assusteis; buscais a Jesus Nazareno, que foi crucificado; já ressuscitou, não está aqui; eis aqui o lugar onde o puseram.
Mas ide, dizei a seus discípulos, e a Pedro, que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis, como ele vos disse.
E, saindo elas apressadamente, fugiram do sepulcro, porque estavam possuídas de temor e assombro; e nada diziam a ninguém porque temiam.
¶ E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios.
E, partindo ela, anunciou-o àqueles que tinham estado com ele, os quais estavam tristes, e chorando.
E, ouvindo eles que vivia, e que tinha sido visto por ela, não o creram.
Marcos 16,1-11














A Maria , mãe de Tiago é vista como sendo a irmã de Nossa Senhora, a outra Maria, mulher de Clopas ou Cléofas:

E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Clopas, e Maria Madalena.
João 19,25







Cena de Jesus morto nos braços da Virgem Maria, rodeada pelas três Marias, as mulheres que seguirm o Senhor.





As três Marias pertenciam ao grupo de mulheres que seguia Jesus. Santa Maria Salomé é vista por muitos como a mãe dos filhos de zebedeu:

E estavam ali, olhando de longe, muitas mulheres que tinham seguido Jesus desde a Galiléia, para o servir;
Entre as quais estavam Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu.
Mateus 27, 54-56

E as mulheres, que tinham vindo com ele da Galiléia, seguiram também e viram o sepulcro, e como foi posto o seu corpo.
Lucas 23,54-55











No Evangelho de Mateus, aparecem apenas duas Marias no relato da ressurreição:

 E, no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.
Mateus 28, 1



No Evangelho de São Lucas temos uma descrição mais generalizada dessas mulheres:

 E no primeiro dia da semana, muito de madrugada, foram elas ao sepulcro, levando as especiarias que tinham preparado, e algumas outras com elas.
Lucas 24,1

E eram Maria Madalena, e Joana, e Maria, mãe de Tiago, e as outras que com elas estavam, as que diziam estas coisas aos apóstolos.
Lucas 24,9-10

















SANTA MARIA DE CLÉOFAS

Tambem chamada de a “outra Maria”.

Seguiu Jesus ao Calvário e o viu após a ressurreição. Ela era a mãe de São Tiago menor, José Basabas, São Simão e São Judas Tadeu.

Era irmã da Virgem Maria e casada com Cleophas irmão de São José, o esposo da Virgem Maria, por isto talvez ser verdade o que alguns estudiosos  alegam que Jesus era parecedíssimo com seu primo-irmão São Judas Thadeus  e talvez por isso a pedido de sua mãe, converteu a água em vinho, antecipando o tempo de seus milagres, no casamento do outro seu primo-irmão, São Simão, o noivo das bodas de Caná.

Uma lenda diz que ela teria ido para a Espanha onde faleceu na Cidade Rodrigo. Outra lenda diz que ela acompanhou Lazaro, Maria Madalena e Martha até Provence.

Uma terceira lenda conta que ela, Maria Madalena, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sarah, uma cigana escrava, foram atirados ao mar pelos judeus, numa barca sem remos e sem provisões. Milagrosamente a barca, sem rumo, atravessou o oceano e aportou em Petit-Rhône, hoje a nossa tão querida Saintes Marie’ de La Mer, França.

Santa Sarah é muito venerada nesta cidade.







Na arte litúrgica da Igreja ela é mostrada:
1) com seus quatro filhos,
2) com os seus filhos carregando os seguintes emblemas: Judas um barco, Simão um peixe, Tiago uma palma e pedra de moinho,e José Basabas com três folhas ou uma taça.
3)Às vezes ela é representada com Maria Salomé e Maria Madalena, que juntas consolaram e ajudaram a Virgem durante a crucificação
e 4) presente com Maria  Madalena  à ressurreição do Senhor.
Sua festa é celebrada no dia  9 de abril.














SANTA MARIA SALOMÉ

Nasceu no primeiro século e é uma das três Marias que serviram a Jesus, junto com Maria Cleophas (mãe de São Tiago, o menor, São Judas Thadeus e esposa de Cleophas ou Alpheus), Maria Salomé e Maria Madalena).

Alguns exegetas bíblicos acham que Maria Cleophas seria irmã da Virgem Maria (João 19:25).

Maria Salomé era casada com Zebedeu, mãe de São João, o evangelista e de São Tiago, o maior ( conhecido nos países de língua inglesa como Saint James, the Greater) e seria prima da Virgem Maria.






Santa Maria Salomé com Zebedeu e São Tiago Maior, ao colo.







Era uma das três Marias que ajudaram Jesus durante o inicio de seu ministério e o acompanharam nas suas viagens e testemunharam a sua crucificação, a retirada do corpo, e a sua ressurreição.

O evangelista São Marcos menciona Salomé como uma das mulheres que vieram com Madalena untar com óleos (costume da época) o corpo de Jesus na manhã da ressurreição.

Diz os Evangelhos que Jesus e Salomé em uma conversa, ela pede a Jesus para coloca-la e seus filhos com Ele em Seu Reino no céu. É que Tiago e João o seguiriam seu exemplo de humildade e sacrifícios para ganhar e merecer seus lugares lá.

A lenda diz que após a ressurreição ela foi para Veroli, Itália e passou o resto de sua vida espalhando a Boa Nova .

Na arte litúrgica da Igreja ela é representada algumas vezes com Maria Cleophas amparando  a Virgem Maria durante a crucificação e/ou presente com Maria Madalena na ressurreição, ou com os filhos João e Tiago em seus braços.
 Às vezes ela é mostrada no Natal porque existe uma possibilidade de que, como ela era parteira, teria ido ao estábulo em Belém, feito o parto de Maria e se converteu.
Santo Ambrósio, estudioso do assunto, diz que existe ainda a possibilidade dela ser irmã de Maria.

É padroeira da Veroli, na Itália.

Sua festa é celebrada no dia 22 de Outubro

Nos países do hemisfério sul, no firmamento temos três estrelas que são chamadas Três Marias em homenagem as Três Marias e na França temos uma cidade com o nome de "Saintes Maries de la Mer" , também em homenagem a elas. Em Minas Gerais temos uma Usina Hidroelétrica com o nome de Três Marias.




Imagens de Santa Maria de Cléofas e Santa Maria Jacobina em Saintes Maries de la Mer, onde acredita-se que as três Marias desembarcaram após terem ficado à deriva no mar.

















SANTA MARIA MADALENA



Teria nascido em Magdala ou em Betânia .

Maria Madalena, Maria de Betania e Maria pecadora, citadas no evangelho são a mesma pessoa segundo o Papa São Gregório, o magno; grande estudioso dos santos e criador do Calendário Gregoriano.

Durante um banquete ao qual Jesus participava, ela lavou seus pés com óleo perfumados e em seguida os enxugou com seus próprios cabelos.

Foi exorcizada por Ele e seguiu Jesus em todo o seu caminho até o pé da cruz e depois acompanhou o seu sepultamento e Jesus a recompensa com sua presença após a Ressurreição: Maria estava junto do sepulcro, de fora, chorando.

Enquanto chorava se inclinou para o interior do sepulcro e viu dois anjos, vestidos de branco, sentados no lugar onde o corpo de Jesus havia sido colocado um a sua cabeceira e outro aos pés. Disseram então "Mulher por que choras?" Ela respondeu : " levaram meu Senhor e não sei onde o colocaram" .

Dizendo isto se voltou e viu Jesus de pé. Mas não podia imaginar que era Jesus. E Jesus lhe disse:" "Mulher por que choras ?A quem procuras?" Pensando ser Ele o jardineiro ela respondeu: "Senhor se foste tu que O levaste me diga onde O puseste que eu irei busca-LO" Jesus responde : "Maria". Ela então O reconhece e grita em hebraico "Rabbuni! "(que quer dizer Mestre!).







É a padroeira das cabeleireiras, estilistas de cabelos, podólogos, pecadores penitentes, prostitutas arrependidas, perfumarias, perfumistas, manicures, fabricantes de perfumes, fabricantes de esmaltes, oleos para o corpo.

Na arte litúrgica da Igreja ela é representado segurando um alabastro de óleo.

Sua festa é celebrada no dia 22 de julho.

Mais sobre Santa Maria Madalena:

A história dela no primeiro século, especialmente na Igreja do Leste, é obscura com várias lendas que seguiram a ressurreição. Assim vários  exegetas diferem de opinião particularmente os exegetas do Leste e do Oeste ao identificar Maria Madalena.

Devido em grande parte a influencia dos escritos do  Papa São  Gregório Magnus, a liturgia  ocidental identifica ela a uma mulher pecadora sem nome citada por  Lucas (em Lucas 7:36ff;Lucas8:2) e Maria da Betânia irmã de São Lazaro e Santa Martha (João11). Existiria também uma terceira Maria que veio de Magdala, para a costa oeste do Mar da Galiléia, perto Tibérias na Judéia.

Esta seria  a mulher a qual Jesus “teria tirado os sete demônios” (Marcos16:9 ;Lucas8:2). Ela era uma das mulheres presentes no Calvário e foi a primeira a testemunhar a ressurreição, a qual Jesus disse para ela contar aos apóstolos.

As três Marias( que são homenageada com três estrelas no céu e com uma usina hidroelétrica em Minas Gerais) são: Maria Madalena, Maria Cleophas e Maria Salomé.

Na opinião de litúrgistas do Oriente (e a venerável opinião de Santo Ambrósio) existem três diferentes pessoas e parece duvidoso que Maria da Bethânia e Maria a Pecadora fossem a mesma pessoa.

Modernos escolares duvidam que sejam a mesma  pessoa visto a  questão das duas  diferentes origens (Bethânia e Magdala). Mas tem sido sugerido que se elas fossem a mesma pessoa seria muito mais fácil explicar três irmãs adultas vivendo juntas sem os seus esposos. Se Maria da Bethânia é a mulher pecadora (prostituta) e se seu irmão e irmã a tomaram, para morar com eles, após ela ter-se arrependido, eles ficariam com a reputação manchada (para a época).

Não obstante a tradição Oriental da mulher arrependida; Maria da Betania e Maria Madalena, sendo diferentes mulheres foi adotado no Calendário Romano revisado em 1969.

Entretanto é provável que, após o arrependimento de Maria, a Pecadora, ela teria seguido Jesus até o fim e estaria presente a crucificação (Mat27:56;Marcos 15:40;João 19:25) com Joana e Maria, a mãe de Tiago e Salomé, ela descobriu o túmulo vazio e ouviu os angélicos anúncios da ressurreição do próprio  Cristo. Ela seria a primeira pessoa a ver Cristo e foi a primeira a ver Cristo mais tarde no mesmo dia que João conta que o Mestre deu a ela a mensagem para entregar aos demais (João 20:1-18).

De acordo com uma antiga tradição do Oriente, Maria Madalena acompanhou João e a Virgem Maria a Efesus onde ela morreu e foi enterrada.

Um das lendas da Idade Media diz que ela foi prometida a São João, o evangelista.
Uma outra lenda antiga no Ocidente, diz que ela viajou para Provença, França com Marta e Lázaro e outros para evangelizar Gaul. Estas fontes dizem que ela passou 30 anos de sua vida na caverna de La Saint-Baume nos Alpes Marítimos e foi milagrosamente transportada, pouco antes de sua morte, para a Capela de Saint-Maximin, onde recebeu seus últimos sacramentos e onde foi enterrada em Aix.

Sua relíquias são tidas com estando em vários locais, mas nenhuma foi devidamente autenticada. São Willibald diz que viu sua tumba em Éfesus(hoje Turquia) no  8°século .Vezelay, França diz ter suas reliquias desde o 11° século.

Na arte litúrgica da Igreja ela é mostrada com um jarra de óleo e sempre com cabelos longos. Entre as cenas que ela é retratada ela é mostrada:

1) Chorando no Calvário; 2) chorando e lavando os pés de Jesus; 3) brincando com Ele em Betania; 4)com Martha (do grande mestre Caravággio);5) com Martha na ressurreição de Lazaro;6)com as duas outras Marias no túmulo de Jesus;7) penitente no deserto com os cabelos  longos e sua jarra;8) com Santa Maria do Egito e 9) com cenas do navio naufragado na viagem dela com Lázaro e Marta a Marselha.